Mitos & Verdades...



O CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) divulgou uma sondagem, sobre a opinião da sociedade quanto ao que caracteriza a profissão do Arquiteto, e de entre muitas conclusões, concluiu-se que 23% da população não acredita que o arquiteto ajude a economizar na obra.


Isto nos leva a questionar se as pessoas realmente acreditam nisso como uma realidade, ou seja, que o fato de contratar um arquiteto para elaborar um projeto acaba encarecendo a obra, Ou se, por outro lado, as pessoas não entendem a diferença entre uma obra barata e uma obra econômica.


Por isso, decidimos tentar esclarecer essas duas vertentes.


1. Projeto encarece uma obra?

Muitos pensam que Projeto se refere apenas aos desenhos. E, vamos falar francamente, desenhos qualquer técnico / desenhista sabe fazer. E pagar por meia dúzia de desenhos, realmente, parece ser algo que vai encarecer a obra, e serve para quê mesmo?


Só que desenhos são uma das ferramentas que o Arquiteto utiliza para mostrar aquilo que ele realmente faz: Criar Espaços, seja para transmitir ao cliente o que ele imaginou, seja para transmitir ao engenheiro, que vai calcular a estrutura desses espaços, ou seja para transmitir ao mestre de obras, que vai executar os espaços.


Agora vamos deixar claro, criar espaços não é combinar almofada com cortina.

É pensar conjuntamente na funcionalidade (fluxo, escala, etc), nos aspetos técnicos (materiais, conforto térmico, acústico, etc) e nos aspetos estéticos (harmonia de cores, texturas, etc). E isso resultará num projeto, que posteriormente será uma obra executada.

E que qualidade você espera que uma obra tenha, se não teve esse planejamento por trás? Francamente não pode esperar nenhuma. E isso nos leva ao próximo ponto.


2. Obra Barata vs Obra Econômica

Vamos tentar pensar fora do ambiente da obra primeiro.

Você vai a dois restaurantes:

- no primeiro, você come super bem, comida boa, atendimento ótimo, Custo: R$100.

- no segundo, você não achou ruim, mas está tudo meia boca. Custo: R$ 70.

A qual você voltaria?

Eu arriscaria dizer que a maioria voltaria ao primeiro, apesar de ter pago um pouco mais. Porque o custo-benefício foi melhor.

OK, qual é paralelo disto com uma obra? Exatamente a questão do custo-benefício.

Se uma obra, antes de ser executada, passou por todo o processo de criação enumerado acima, a "chance" de ter mais qualidades é infinitamente maior. E qualidades básicas, que as pessoas reclamam a toda a hora, mas não se apercebem que são problemas causados por falta de projeto arquitetônico e que, mais tarde, vão causar ma


is ônus. O conhecido "barato sai caro".

Então, você prefere uma obra barata, onde sem projeto não houve planejamento dos espaços?

Fica a reflexão.


Apenas como complemento, é bom relembrar que qualquer bom arquiteto leva em consideração o orçamento que o cliente tem disponível para a obra, para em cima dele bolar a sua criação. Se o cliente não pode gastar muito, o arquiteto não vai sugerir revestimentos em mármore.

Por isso, não vale o argumento de que a obra sai mais cara, porque o arquiteto começa a sonhar com coisas que o cliente não pode pagar.

Muito pelo contrário, quanto maior o planejamento, menor a derrapagem orçamental durante a obra.


Quanto à escolha do Arquiteto e considerar se ele vai ser caro, fizemos outro post sobre isso. Confira aqui.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2020 arqclub

site criado por:  arqclub

ArqClub.Arquitetura Ltda ME

CNPJ: 27.465.372/0001-40