CONSTRUINDO SUA CASA: DICAS


Escolher um terreno é a primeira etapa para construir uma casa.

Normalmente, quando o cliente chega até ao arquiteto, para iniciar um projeto, ele já tem o terreno comprado.

Num estudo preliminar, conduzido pelo arquiteto, este vai aferir todas as condicionantes que o terreno apresenta, físicas, legais, etc.

E, muitas vezes, o cliente acaba por descobrir que, no terreno em causa, não é possível construir o que ele tinha imaginado.


Aqui vamos expor 5 fatores muito importantes a serem considerados no momento da escolha do terreno:

1. INSOLAÇÃO E VIZINHANÇA:

Parece meio elementar, mas a realidade é que nem sempre um terreno tem sol. Mesmo aqueles cuja face principal é voltada a Norte.

A vizinhança existente ou o potencial construtivo da vizinhança são muito importantes de serem analisados, a fim de evitar surpresas como:

. Quando comprei tinha sol e um ano depois o vizinho construiu a casa dele e deixou a minha totalmente na sombra;

2. TOPOGRAFIA:

Um terreno pode ser plano, pode descer em relação à rua [declive] ou pode subir em relação à rua [aclive].

À partida, nenhuma das situações é necessariamente boa ou ruim. Mas o projeto terá que se enquadrar na topografia do terreno. O que vai definir se foi uma escolha boa ou ruim será o que o cliente idealizou que seria a sua casa, pois esse imaginário pode não se enquadrar com o que o terreno permite..

3. GUIA AMARELA:

Nela estão estipuladas as normas específicas do terreno, como recuos obrigatórios, número máximo de pavimentos, taxa de ocupação, entre outros.

É muito importante tê-la em mãos na hora da decisão da compra para evitar situações como:

. Comprei um terreno de esquina e perceber que afinal, por causa dos recuos obrigatórios, não sobra espaço para construir o que queria;


4. ÁRVORES, BOSQUE E RECURSOS HÍDRICOS;

Todo o projeto cujo terreno tenha árvores soltas, englobe parte de um bosque ou possua cursos de água ou nascentes terá de passar por aprovação na Secretaria de Meio Ambiente, e obedecer a regulamentos específicos, como os afastamentos obrigatórios.

Além de tornar o processo de aprovação mais demorado, tais condicionantes podem inviabilizar a casa que o cliente tinha imaginado, em situações como:

. tenho uma araucária no meio do terreno e descobri que como não posso construir num raio de 5m em relação a ela, não sobra espaço para construir o que queria;.

5. PLANO DIRETOR DA CIDADE:

Nele estão previstas muitas ruas para serem construídas, e muitas vezes, o cliente, pensando que está comprando um terreno de uma metragem X, percebe que o seu lote está sendo atingido por uma rua projetada, e por isso, não poderá construir naquela área.

Uma forma simples de evitar surpresas e garantir que o terreno que está adquirindo é perfeito para construir a casa dos seus sonhos, é solicitar ao arquiteto um Estudo de Viabilidade.

Nele, o arquiteto irá cruzar as suas solicitações de projeto com todas as condicionantes do terreno e concluir o que é possível ser construído e de que forma.

Saiba mais AQUI!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2020 arqclub

site criado por:  arqclub

ArqClub.Arquitetura Ltda ME

CNPJ: 27.465.372/0001-40